sexta-feira, maio 29, 2009

UMA VIDA CHEIA DE LIMÃO

Jacinto viu muito claramente, o limão podia salvar vidas. Mas observou que havia muita mutreta nessa história, imprecisão: era muita falação e pouca ação. O limão precisava curar mais bronquites crônicas, evitar desastres capilares. Jacinto tomou nota da última: tratou de esfregar por sobre a cabeleira uma fatia bem cortada de limão-galego. Pronto. Com precisão fazia pequeninos semicírculos por sobre a frágil penugem, sua minicabeleira castanha. Estando sentado, ouvia uma ópera bacana pelos fones do mp3. Já não enxergava muita coisa, só uma cidadezinha cítrica e ácida abordando sua visão, comprometida. Respirou de novo. Escorbuto, não. O limão evita. Gota. Diabete Melito. Yeah. Estomatite. Pois é. Pronto. Fez um boné incrementado, lima-limão, frisson do verão.

As pessoas na rua o abordavam. Espera aí! Aonde pensa que vai? Me conta a novidade...É, hehe, um boné que criei pra mim, hihi. (Ria com força, Jacinto). O limão é porreta, dizia ele soluçando. Evita nefrite. Nevralgia. Ah é? duvidava a gorda e de testa suada Candilara. Ah é, perguntou o Anésio, jornaleiro. Ah é? Puts. É sim. Quero o boné todo pra mim. Colocou o boné pra trás, atravessou a rua com elegância. Era careca, mas nunca mais foi a mocinha do resfriado.

4 comentários:

  1. terapia do limão, onda certa, frequencia sambarilovi post movie.

    ResponderExcluir
  2. Babado, Manga e Açai....

    Meias novas...

    ResponderExcluir
  3. limão se enfia até embaixo do braço.

    ResponderExcluir
  4. jugga jugga loogie12:39 PM

    é uma fruta bacana

    ResponderExcluir

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...