sexta-feira, julho 03, 2009

DOIS MILHÕES DE DEDOS AFOGADOS NUMA ONDA CERTA DE 600

Coincidência pura não existe. Existe coincidência com Presidente. Algumas com Dreher. Quando os aplausos explodem à sua volta, Peter Coceira exibe sua Sukita. É apenas uma pequena garrafa. Quero ser bêbado boxeador na noite de Rio Claro hoje. Realmente verter pro inferno todas as prateleiras do Parada Obrigatória. Aopa. Ou quem sabe uma rápida talagada em pé no PONTO CHIQUE? Xi, fechou esse, eu acho.

Os policiais ontem fofocavam perto do Bradesco, seis camburões dando guinadas para todos os lados, enquanto eu não presenciava seus qi's de lagartixa, empunhando minha outra Crystal lata dentre o vasto crepúsculo descer na maciota sob o coração da velha praça do centrão.

Não quero ouvir depoimento de ninguém. Meninas não pensam. Como somar os melhor sonhos em busca da sexta mais torta de todas? Eu não entendo a foto aí descendo o mouse, e você? Seria a programação do ex-Bailão do Belinho? Não sei. Quero tomar o trago louco daqui a a pouco - enviando dúvidas e falsas gentilezas para hectares gringos onde agora sete sujeitos são mortos- porra, mas Crystal garrafa no BAR DO ALVINHO em promoção tá fino, atenção - R$ 2,30,600 ml.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...