domingo, dezembro 13, 2009

BÓRIS CASOY, METALLICA COVER, MENINAS COM CÉREBRO ALFAFA NOISE TERROR

Lurdinha. Baixinha bem bolada. Sem barriga, TESÃOZÃO, mas só pra quem pode,fiote - inscritos na caminhada do quem tem pau que sobe. E prendia, sinceramente era o cabelo que prendia a Lurdinha - numa pegada bem punk sucesso - formando aquele rabinho fofuxo, compridinho-espanador, safra empregadas do meu Brasil, venham pro abate.

Ruivinha, a Lurdinha. Balzac morreu engasgado, nu com o caroção, ponto pra azeitona bélica. E a Lurdinha não era punk, era do metal. Gostava do Bostallica cover, banda de Rio Claro. Que músicos! Imitar é ser feliz, não é mesmo? Taí: o conjunto empresariado pelo Marcão Boceta, um caipira de óculos que tinha um botequim de roqueiros nenas - ele mandava nos moços. Marcou dois shows em sete anos. Pena. Era uma baita banda esforçada, o Bostallica. Os caras tirariam fotos abraçados com minas de 13 anos após os dois mega-shows, a autoestima precisa de gasosa até no mundo do metal. Eles eram unidos também. E outra: encaravam qualquer risólis em casamentos esporádicos - e tiravam as notas, cifras e dicas das músicas do grupinho americano pelo guitarpro, software mão na roda pra você não ser superado por outro metaleiro metido à bam-bam-bam na marotana dos dedinhos espertos.

Aliás, tiravam tudo, mas se precisassem colocavam também, como o esmalte preto igualzinho do Mr. Kirk Hammet. Tiravam até um catupiry da coxinha pro Lars Ulrich. Dave Lombardo deu aulas de "aprenda ska-grindcore em velocidade no pedal duplo" pro Lars Ulrich você sabia? É verdade, a notícia veio do Boris Casoy, que operou os lábios no Letízio, quarta passada, depois de elogiar os estudantes numa passeata de quatro promovida pelo (fim da primeira parte)e).

3 comentários:

  1. blz, o catupiry ta la (ou tava), mas e agora, cade a alfafa? oras!

    ResponderExcluir
  2. ESSA POSTAGEM TÁ HORRÍVEL. RELI CHAPADO DE THC E ACHO QUE DESPAPRENDI A ESCREVER. LAMENTÁVEL.

    ResponderExcluir
  3. Ducaralho. Já te disse e digo de novo: Texto (todos os seus) com uma pegada Hunter S thompsom. Tô de cara pra ver seu livro de contos em 2010. Vamo meter o pé na porta. Abraço.

    ResponderExcluir

Eu espero acordes que não desistam de cocainar meu dia, mesmo quando já nasceu morto. Espero notas que não apliquem a tortura do t...