quarta-feira, dezembro 08, 2010

RIO CLARO: AVENIDA 5, ESQUINA COM A RUA 7


Avenida Cinco. Aquele bar de esquina, com a rua sete. Cara de lanchonete-malhação piorada. Uns rostos gordos, pessoas sem critério pra vestir-se. Ficam vendo "o movimento". A cada meia hora passam dois carros. Alguém estaciona o Audi,bem parceladinho. Há poses, barrigas encolhidas, "o seu copo está cheio?". Camaradagem total. O exagero do bom gosto, indiscutivelmente, chefia.

Advogados versados em Aristóteles em posição. No cardápio da fauna ainda: gordos farinheiros enrustidos, falidos-mind in camisa pólo limpinha, e as eventuais e promissoras porpetas, aplaudindo fofocas, por dentro e por fora.

E agora, "coméRcio até mái taRde", tudo ao redor deste pequeno e distinto antro veste enfeites natalinos. Luzes amarelinhas. Requinte. Produção.Haha, retratos formidáveis da vida rioclarense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu espero acordes que não desistam de cocainar meu dia, mesmo quando já nasceu morto. Espero notas que não apliquem a tortura do t...