terça-feira, fevereiro 08, 2011

II PUNK DESTROYER: AOOPA!






É, chefia. O II PUNK DESTROYER manteve a tradição: dia 6 de fevereiro entrou pra história da terrinha. Punks dasantiga, novelhos, não-punks, cachaceiros, agradáveis almas, ilustres desconhecidos, anônimos desastrosos, tava todo mundo lá. eEra a vitrola dionisíaca-maionese do punk rock do interior voltando a ferver, nos trinks - com toda a atitude e união que sempre teve - porra, tava todo mundo lá, parceirão, parceirona, vem comigo que eu vou contar de forma incompréta, porém sincera na medida do bão propósitis. 


Nada de impulsos bestas da vida cotidiana, num namorico novelesco de palavrório subgrotesco. NÃO. O pum frenético de circustâncias trouxas cedeu espaço aos elementos discordantes, a confusão de miríades agressivos - uma  chegação boa praça de deleite permanente, meu chapa. PUNK DESTROYER II, 6 DE FEVEREIRO DE 2011.

A primeira banda foi o Garrafa Vazia. Com Gnominho de volta na batera, tocamos repertório das nossas três primeiras demos mais 1 cover - Buracos Suburbanos. Abrimos o II PD com Aracy com Y é bem mais legal. Na sequência Carol Caraia, Cirrose. E os sons pegando, o pessoal cantando, pogando..foi ducaralho, todo mundo agitando e curtindo, numa nice - ae rola uma treta na roda - infelizmente - que merda. Mas tá tudo certo.  Todo mundo numas de despreocupação mora logo ali. Trincou, chefia? Aoopa.


Os Patetas, de Piracicaba, entram na sequência, quebrando tudo com I Wanna Be Your Dog. Tocando as faixas da primeira demo que logo logo sai do forno, Os Patetas mandaram bem. Na responsa. Mó sintonia em cima do palco. "Lutamos pelo justo", diz Bode, vocalista. 


Com discurso afiado contra homofobia e jogando na chapa uma postura anárquica no esquemão curtição ultrapunksambarilóvi vamos engolir o quarteirão, a banda vem evoluindo a cada show - com instrumental bem coeso, decidido: na guitarra, a voz de Break Zumbi; o baixo carismático de Porquera e as baquetadas nervosas do batera Punk -mais o vocal de Bode e é plá e combate punk. Tá certo. E no meio da dançante "Barata Zumbi", rolou a segunda encrenca do rolê. Empurra-empurra. Alguns sopapos e zumzumzum? Não, não. Tudo se acertou. Paz no expediente. Aoopa. Acontece.

Tava bão demais o rolê. Até o Seu Madruga deu as caras, tomando uma Corote no balcão, todo-todo. É. Bão...Tirando um ou outro incidente, o que se viu foi um amontoado de gente finisse. Nada de comedimento fajuto. Tapinha nas costas morreu de Belmont. É, as vidraças do tédio sofreram forte abalo na roça - o bonde da foliabilly-punk-decision prevaleceu no dia 6 de fevereiro de 2011. Honestidade memorável tumultuando o pulmão da rua 2.




E pra encerrar, As Bernardetes, punk rock feminista de Limeira. Discurso inframádo, letras de forte cunho social. Punk feminista extremista, carregando protesto e revolta  em letras sobre o cotidiano - segundo elas mesmo falaram. O nome da banda vem da Rua Capitão Bernardes, rua famosa por ter como frequentadoras profissionais do sexo.


Noite de estréia: sons curtos, carregando personalidade, geralmente com menos de 1 minuto. Postura agressiva, berreiro com cachaça e sol fritando na moringa. Abriram com "Ratos", com menos de um minuto. Originalidade, protesto, gritos agudos numa microfonia vocal absurdis, barulheira de prima. Aoopa. É isso aí macacada, tamos juntos!



Infelizmente, o Mau Olhado acabou não podendo comparecer, por um desses imprevistos desagradáveis que a vida nos prega. Mas estamos aí: o mau humor também não rolou, nem como sonâmbulo. Fica pra próxima Sid e Slash, o convite pro Punk Destroyer III está aqui! Caleu a presença de todos, obrigado pessoal! Enquanto a gente envelhece, uma pá de estrelas caducam junto, sem imponência, só na humirdade - com GBH no subconsciente, revelando o processo de "a garantia soy yo", sem frescura. Aoopa.E A próxima edição é agora em março, provavelmente no dia 20!!! É o punk da roça estralando, fuzilando o instante!!!

(Lembrando que tão no esquemão as gravações de "PUNK DO MATO - O PUNK DA ROÇA", documentário de rancho, coisa fina, os causos do punk do sítio vem aí, chefia!!!!)

AOOOPA!!



































Valeu pessoal - pra todos que pegaram busão, trincaram uma carona esperta, pegaram a moto e curtiram uma brizola diferenciada, a todos que vieram de triciclo, motoneta turbinada e mandaram o patrão se fuder, mandaram o pastor passear de cócoras, aos que vieram assobiando um Clash ou não, pra todos que tiveram um domingão agradável trazendo ao mundo uma segundona com ressaca sunrise no cardápio,  viva nóis! AOOPA!!

(vou postando no youtube os vídeos das bandas aos poucos, o material interessante da loucura tá no alarme de urgência, fiquem fráuns. ávido combustível. porção de fritas no paraíso incendiado. admiração pela falta de padrões, patrões, padrastos, carrascos. um brinde ao mundo os bolinhos de arroz são pleno sonho acordado. resistência, existência, sanduíche da comprexidade, nada de mesquinho ciúme, só paixões 77 em acordes beldóviksys - mi vida, amo você.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu espero acordes que não desistam de cocainar meu dia, mesmo quando já nasceu morto. Espero notas que não apliquem a tortura do t...