quarta-feira, fevereiro 02, 2011

Essa melancolia...
De tão filha da puta, arranca minha prontidão mais sagrada
Essa melancolia azeda
De tão irritante, cria muros, prisões, travas na alma.
Essa melancolia imbecil, 
que corrói o cinema abstrato-maionese,
de tantos sorrisos
de tantas falas empolgadas
de tantas novas amizades com os descaminhos
do éter
do instante 77
Maldita melancolia
que 
emudece
a noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...