domingo, março 25, 2012

MIRASSOL E O CANHÃO, DOMINGÃO EM ALTA


De novo no acessa escola. Conosco um bezerro, mõõõ. Tá lá fora, mas o Jurandir jurava que era no refeitório, construindo amizades carteado adentro. Minhas costas dóem. Noite mal dormida nada, é a coluna que reclama porque o travesseiro deu mancada, afundou meus ossos pra caramba, travesseiro de 1987. Mõõõõõ. Mõõõõ. O bezerrinho encerra o canto. E as costas, ah, estancaram a bronca tem um tempinho já. 

Revejo as cartas do velho amigo Márcio Zelinski. Como as coisas fluem loucas para as possibilidades mentais nessa correspondência contumaz. Possibilidades mentais agressivas como o ataque de ouro do Santos: Pagão Pelé e Pepe fuzilando defesas arrogantes, prestativas defesas dizimadas pela fúria santista, Pepe metendo o canhão a bala, estufa a rede em brasa.

Fortíssimo, violenta pancada, o chute de esquerda, o do Pepe doidão. Esturricaria duas vezes o gol do Milan, na segunda partida da decisão do Mundial de 1963.

E as leituras, como é que vão? Vão bem, porra!

Tropecei num embrulho, que estava na praia. Mõõõõ; alarme falso. Tropecei num embrulho, que estava na praia. Estamos em Santos. Revejo depois de anos meu amigo Dirceu Lemos. O cara que me mostrou as primeiras pedradas do punk. Anos e anos de camaradagem punk blues. O cara que era tão são-paulino como eu, e entre tardes e madrugas delirantes, bebíamos cachaça pelos bares do centro de Rivers, tumultuando o país. Aquele vandalismo era saudável, divertido. O Dirceuzão era parceiro. Santos vem aí?

O Casão citou o mês de maio como possível mês para o reencontro com o chefia. Será? Foda-se: hoje o São Paulo enfrenta o Mirassol, e o L.Fabiano não joga. Mas o Willian José estará presente. E vejam só, amigos leitores, o que a Wikipedia nos diz sobre o atacante:

Willian José da Silva, (Porto Calvo23 de novembro de 1991), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo São Paulo. Seu estilo de jogo e seus potentes chutes lhe renderam o apelido de 'Canhão'. 


Mas antes disso, a animada conversa com a patroa dinamiza liricamente meu domingão já feliz.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu espero acordes que não desistam de cocainar meu dia, mesmo quando já nasceu morto. Espero notas que não apliquem a tortura do t...