quinta-feira, julho 12, 2012

E O PEREIRA FOI EXPULSO...


Muita frescura. Atraso. Parecia um espetáculo para rivalizar com os áureos tempos de Xou da Xuxa. Esse é o Coritiba e sua distinta entrada em campo, de fazer inveja ao Lakers.

Uma falta com dois segundos. Assim começou o jogo: era um palmeirense atropelando o coritibano, ainda antes que secasse a saliva no apito do árbitro. A bola, mera coadjuvante, doara sua posição de destaque para papéis prateados adornarem todo o campo. Aliás, o gramado tinha suas modernidades: profundas poças d'água incrementavam as laterais.









No banco do Coritiba, meus amigos, está o Júnior Urso. Seria ele mais uma opção a ser desarmada pela água? Enquanto isso, Daniel Carvalho constrói passes bobos. "É um juiz ou um operador de telemarketing?" pergunta meu pai, impassível.

E os gols saíram em cobranças de falta. Airton fez um a zero para o Coritiba, aos quinze do segundo tempo. Pouco tempo depois, porém, foi a vez do veterano e homem-referência no sistema tático palmeirense brilhar. Pra mim, o gol foi dele. Pouco importa que o Betinho desviou a bola de cabeça e fez seu primeiro gol com a camisa alviverde. O gol do título, meus amigos, saiu dos pés do capitão Marcos Assunção.

Resultado final: o Palmeiras ganhou uma copa de merda.

Obs: E quem foi o artilheiro da Copa do Brasil? Luis Fabiano, do tricolor, com oito gols.














ao final do jogo, o capitão do Coritiba se exaltou um bocado, e...

Um comentário:

  1. olha a cara de fita na foto.... auhauahuahahuh colocaram uma camisa do palmeiras num cangaceiro da morte....

    ResponderExcluir

Eu espero acordes que não desistam de cocainar meu dia, mesmo quando já nasceu morto. Espero notas que não apliquem a tortura do t...