quinta-feira, dezembro 13, 2012

SOU TRICOLOR


É a invasão de são paulinos em pleno Pantoja. De sorrisão andante, vão rindo, marotos, na moral - onze da matina na velha Rivers. 

Uniformizados, vão numa boa, jovens e idosos, escolhendo produtos, encarando ofertas, vislumbrando prateleiras repletas de biritas ou preenchendo cupons para mágicas promoções de fim de ano. Apenas almas vencedoras caminhando nas dependências do supermercado, no aconchegante bairro Cidade Nova, agora batizado Cidade Tricolor.

Em marcha lenta, eu apenas prossigo a comemoração. Abordando campeões e campeãs em seus carrinhos de compra, a felicidade persiste. Trocamos ideia sobre a soberania do tricampeão mundial, que na noite passada sem o menor esforço colocou as frangas argentinas na roda, com o Morumbi inteiro rugindo, num primeiro tempo que se confunde com a palavra massacre. 

Eu me saio bem nos leros, e me despeço das prosas com algumas piadas rápidas, puro improviso. Até que vou comprar carne:

- Meio quilo de carne moída de primeira.

- Moço, essa é a fila de frios.

Um homem desastrado e apaixonado não fica magoado por pouca coisa.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...