segunda-feira, dezembro 24, 2012

VIDA NOTURNA EM RIVERS, PARTE I


Em certo sentido, frequentar o Madalena é o mesmo que assumir que a vida não passa de uma dobradinha musical da Mariah Carey com a Céline Dion.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu espero acordes que não desistam de cocainar meu dia, mesmo quando já nasceu morto. Espero notas que não apliquem a tortura do t...