domingo, junho 16, 2013


Domingão de manhã, e você ouve Five Long Years.

Eric Clapton empunha a strat, e você vai parar em outro planeta, fácil.

A banda é demolidora. Bends vão engolindo a platéia, que está tomada. Tá todo mundo louco. Dentro, fora do palco. O fraseado reverbera em punch. O fraseado é hipnótico. Clapton consegue.

E a strat lunar, prossegue, estrelada. Five long years. Quero ouvir essa música até o fim dos dias. Que jornada, meu chapa. É uma influência quente, assim como vestir calça jeans e solicitar o café na padaria mais próxima. E os bends ainda ecoando, são as velhas esquinas da cabeça.


Buddy Guy que me perdoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...