quinta-feira, junho 27, 2013



São muitos passos, paranoicos. Perturbados. Erráticas jornadas através da ansiedade.

São passos fora da terra. 

Passos atormentados, dentro da enorme sala cinza.


Incessante ele, o pesar, sem motivo, em torturantes caminhadas desprovidas de sentido. Até a exaustação. Paranoia acesa, como se disparasse para o alto milhares de sacolas de plástico do receio, que, flutuando no inferno, cegam para a morbidez.


No entanto, a seleção recupera a posse de bola.

E assim, a paranoia torna-se sensata. O tanque da loucura, seu táxi, sai de cena.  

O bem estar começa a dar as caras. E tem mais: água!

Quem disse que beber água é mau negócio?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

pode apostar, Lindomar

confuso, vagabundo, folgado. louco por futebol e rock and roll, aquele flamejante, conhece? incendiário, de libertação. louco por liter...