terça-feira, setembro 10, 2013

BEZERRÃO NÓIA

Bezerro nóia, bezerrão encardido podre pelo mato. 

Sem água no corpo,sem refresco é no creme do capeta: a boca mijada, estrangulado num cipó, nos olhos virados das cataratas agonia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

pode apostar, Lindomar

confuso, vagabundo, folgado. louco por futebol e rock and roll, aquele flamejante, conhece? incendiário, de libertação. louco por liter...