domingo, outubro 27, 2013

O POBREMA É O SIGUINTI

o problema do patrulhamento ideológico é que muitas vezes o caboclo não consegue nem levantar uma folha de alface neural e já abre o ralo pra cima, distribuindo abobrinhas à rodo. 

e claro, como em toda cômica controvérsia rola sempre aquele apego piegas à verdades fixas, cômodas. 

verdades absolutas que vão sendo distribuídas só pra ganhar uma espécie de terreno vazio, verdades inabaláveis correndo sozinhas dentro de um verdadeiro par ou ímpar aleatório.

o legal é o debate respeitoso e longe da praga trivial, bate-bola dinâmico mil grau, com as diferenças postas e repostas no horizonte, sem os rótulos como meros porta-vozes ventríloquos do fajuto - artifícios cansativos que vão  esmerdeando logo de cara o rumo da prosa.

a arte do diálogo precisa ser respeitada, vamos acender uma cambalhota no meio desse egoísmo purpurinado em preguiçosa arrogância e curtir uma alegre discussão de responsa, chefia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...