sábado, novembro 09, 2013

O NOVO FANTASMINHA CAMARADA

Quildo fez uma barraquinha de carniça e dormiu dentro do YouTube.

Não acordou tão cedo, nem precisou de remelas.

Em 2023 o Brasil tropeçava, cansado. Sua pele registrava temperatura média de 43 º, uma delícia de câncer gratuitão, todos idosos caindo, soterrados no chão.

"Só os fortes sobreviverão".

Forte, fraco - reajuste moral, dicotomia da babaquice, teorias mal apreendidas, preguiça como sagú na boca besta? 

Afinal voltemos ao Quildo: ele estava apenas pulando o cursor. É, ociosão: até o ponto onde a tão facilitadora barrinha vermelha sorri: olha aqui Quildo, eu recomendo, clica. Clica aqui neste trecho do vídeo Quildo, marca sua marca, sua marca marca, aqui tem uma piada bacana, e você só precisa prestar atenção na hora de rir, isso, assim, como um catatônico picles.


Uma piada bacana. Ou aquela tirada moral que regozija a vendada platéia, não precisa pausar o entretenimento não Quildo, o mundo só está ruindo numa boa.

Boa soneca prolongada na carniça abençoada, hey ho, o Quildo é o novo fantasminha camarada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...