terça-feira, julho 29, 2014

Brasileirão 2014 tá chique.

Nível técnico altíssimo: o jogo é pelo alto, ping pong pula pirata, meio campo truncado, fair play e honestidade, não há cai-cai, os chutes são precisos, não há um chute que a bola vá pra lua.

Vivemos uma várzea piorada, onde desfilam atletas vazios mentalmente, esquema táticos gagás, e quando falo dos atletas chucros estes não o são por falta de oportunidades, e sim por luxo e um certo mulecote parasistismo da aba torta associados.

É, o jogo é lá no alto, Chutão Rifaldo e sua bicuda na fazenda, buracos e brioches podres no café da manhã deste outro esporte parecido com o futebol do passado. 

Um exemplo de partida memorável?

Flamengo e Botafogo no úrtimo domingão. Terrível. O ex-treinador em atividade Vandeco Luxemburgo depois me aparece com a família, todo de vermelho, saboreando a goleada implantada, um a zero:  tortura visual que dá direito a um vale pena de morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ROCK NA ROÇA

O que me empolga numa cidade ananias são as pessoas. A trutagem é o céu da roça, que resiste ao peso dos dias. Caminhar, caminhar n...