quinta-feira, janeiro 08, 2015

Caramba. A pizza explodiu. Rod Stewart, Camus e Ginsberg.Limão queimando a pele, sol misturado com goiaba num quadro novo do Lupaldo Alface Júnior. Pilhas de sintetizadores old school caindo da prateleira na tua cabeça, caramba, a pizza era marguerita, Antonieta visitou a realidade concreta para experimentar, puxou uma cadeira que virou um croquete e depois sumiu no doce balanço do balancê vivendo quatro minutos como quatro décadas produção pancada pra dentro da química cerebral, antes que o aviso venha e ponha a mesa, venha o Seu Madruga parceiro pra servir churros como sobremesa, sabe o que é, é que tudo é tão torto e o umbigo previsível, sometimes a chuva é um assobio do Chico Bento, assim sabe como dez anos pra frente vão trazer pra cá de volta memórias de infância, o tempo não assusta, o que assusta é estar cercado de merda viva, viva a vida, caramba, a pizza explodiu;  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ROCK NA ROÇA

O que me empolga numa cidade ananias são as pessoas. A trutagem é o céu da roça, que resiste ao peso dos dias. Caminhar, caminhar n...