sexta-feira, abril 24, 2015

Viver é viver.

Viver o amor é viver.

Viver é violência na esquina, buscar a paz e receber de graça a espingarda - dor e veneno, um tiro de laser com gelatina verde matou a pombinha branca bem na cabeça, infelizmente.

É difícil e também é fácil viver, os imbecis dizem que viver é 8 ou 80.

Dizer, transmitir, tudo tão tonto, um troço na privada e um orador carente cuspindo bosta no ouvido do rebanho.

Esqueça que você é idiota e viva sem culpa, Artur.

Os amigos de verdade são bem poucos.

A música é a telepatia dançante, não se esqueça.

Vamos viver e produzir um monte de ações firmeza antes de falar por falar, Renato Chopin.

Valeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

pode apostar, Lindomar

confuso, vagabundo, folgado. louco por futebol e rock and roll, aquele flamejante, conhece? incendiário, de libertação. louco por liter...