Pular para o conteúdo principal

III ZOMBIE FEST






bicho, domingão é dia de rock.

enquanto muitos encaram uma depressão (justificável ou não), travados na internetzinha, hipnotizados pelas mesmas palavras numa tela, o rock não tá nem aí. 

e ao AO VIVO é outra conversa.

aliás, 2016 tem sido foda aqui na praça. 

rio craro é rock, fí !

sem bairrismo, mas a safra tá linda...

são 190 mil almas, e o rock não morre.

Rio Claro concentra uma porrada de bandas fodas, que mandando som autoral de qualidade, estralam em autenticidade, identidade...


Mas enfim, vamos ao que interessa:

III ZOMBIE FEST

pois é, o domingão foi nessa pegada citada: criatividade e raça, vontade, chapação...

fui pro rock, felizão da vida.

o baile era lá no Tortuga's, casa/pub responsa que tem recebido o fino do estilo. um puta ponto de encontro bacana.



e o Zombie Fest tem tradição.

sempre traz bandas feras pra city, como o I am The Sun, só pra citar uma delas...

o Zombie Fest é contenção.

promove intercâmbio. 

promove encontros concretos.

promove o bailão,

promove o calor da convivência, 

litros de cerva, cigarro, porre, crazy dance, lero e brodagem, pigarro, curtição, e por aí vai, o underground é infinito.



Legal também que o Zombie Fest promove a pluralidade do rock.

metal, punk, é tudo rock cabulosão. 

são agradáveis e diversos estilos se abraçando numa boa.

e,  nessa edição, a turma curtiu:

- Funeral Sex (Rio Claro/SP)
- Spiral Guru (Piracicaba/SP)
- Broken & Burnt (Vitória/ES)


Minha amiga, meu amigo...
Imagine você essa pancada ao vivo:


Virxi!

o rock infernal do Funeral Sex deixou todo mundo doidão...



Teve espaço até prum releitura espacial e delirante de Immigrant Song!

Na sequência, os destruidores:

- Spiral Guru, de Piracicaba/SP
- Broken & Burnt, de Vitória/ES!

E assim o rock estralou na pista de dança, simpatia!


A pegada stoner, o rock setentão de alma bêbada, elegante, saca?

Com aquele groove doidão,  com nuances próprios de cada banda, e no recheio muito punch, muito feeling...


Foi mágico pra dedéu.

Quem não foi, perdeu.

Perdeu uma baita chance de conhecer e viver o fino do rock que tá rolando no Brasa!

Mas você tem uma segunda chance. Aperte o play e seja feliz!

Spiral Guru:



Broken & Burnt:



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONVERSANDO COM LÚCIFER

Só ontem fiquei sabendo da tragédia. A alma grandalhona de Barra-Forte voltava da academia Apolo e BLUM! conheceu a fúria do Passat 87 cinza, cinza como a indiferença dos deuses. Igor Bilu tinha todo o rosto ralado, eram as barbas de sangue e asfalto vencendo sua estupenda força. Estava derrotado. O autor do atropelamento aproximou-se, pálido: - Amigo...quer ajuda? Desculpe, te levo no hospital...Não tive culpa, você que não viu o pare. Curiosos se amontoavam pela esquina da avenida 29 com a rua 4. Luciano do Valle disse-me ter visto o zumzumzum, ambulância, helicópteros, curiosos amontoados pela esquina. No entanto, nem sequer reduziu a marcha da S-10, seguiu para o Bar da Montanha, em Limeira. Desaprovo isso, Luciano. Na hora que precisastes do pobre lutador para montar a série de televisão na Gazeta, a já extinta "Combates Seminais", encheu-o de elogios, incentivos, mimos confessos, potes de creatina. Cretino (não tive como conter essa, leitor). Igor Bilu nem deve ter compl…
E eu perguntei pro Casão:
- Mas você tá a velocidade do raciocínio tá igual a do Peter Tosh pra fazer taboada?

voadores

Por favor, gentileza: mais uma dose dessa languidez. Mais uma dose lânguida e precisa, em camadas de vento tão leves, breves. Esparramado aqui dentro da mente, esparramado e mais uma dose dessa languidez que vizinha da volúpia ataca, passado presente futuro, céu vermelho, céu de sangue, mas não há resquícios de salvação, redenção e essa sintaxe toda.
Os lânguidos estão trêmulos, uma coisa inútil, tão verdadeira e dilacerada. Crescem, tomando entre as esquinas dos esquecidos seus porres melancólicos. Então, o quarto escuro, o corpo deitado.  A mente exige o holofote em off,  o botão mute, mas não haveria porra nenhuma.  Como cegos e inconsequentes gestos malcriados, languidez e perturbação começaram a disputar o bingo da desgraça, instantes desnecessários erguiam-se trágicos. Pensar era difícil.  Dentro de alguma cozinha alguém provocaria uma desastrosa cena de ovo e pele queimada na altura da barriga, mas o fogão é apenas alguém que vai ficar parado quando você morrer.  Estouros entre …